Utilizar a tecnologia e o empreendedorismo como instrumentos de mudança. Este foi o propósito por de trás da idealização e construção da Digital Labs.

E mais do que se aventurar em um formato de empresa que pretende fazer isto em alto escala, pensamos: porque não compartilhar um pouco do que já aprendemos ao longo desta jornada para, quem sabe, ajudar mais pessoas em seus próprios desafios?

É com esta ideia que iniciaremos uma série de artigos comentando um pouco sobre cada etapa de um processo de construção de startups e alguns dos diversos altos e baixos que existem e sempre existirão no meio do caminho.

Mas antes de iniciarmos, é importante nos apresentarmos brevemente e definirmos o que vem por aí.

Digital Labs?

A Digital Labs é uma empresa que vem buscando implantar no Brasil um conceito diferente de organização: venture builder ou startup studio. Mais explorado atualmente em países como os EUA, este conceito busca diluir o alto risco do segmento, e aumentar sua capacidade de resultado e impacto, desenvolvendo através de um processo repetível e sustentável produtos que possam se transformar em novas startups e empresas bem sucedidas.

Hoje temos dois braços de atuação: produtos internos e serviços externos.

  • Produtos: através do nosso processo ágil de execução nas diversas etapas de produção de um novo produto (como pesquisa, modelagem do negócio, design, tecnologia, marketing e vendas) desenvolvemos soluções web e/ou mobile que buscam inovar em seus segmentos de atuação e modelos de negócios. Inicialmente, tais produtos são encarados como unidades de negócio da empresa, mas podem virar empresas à parte se assim se fizer necessário — o que a torna uma “spin off”.
  • Serviços: este braço de atuação é encarado como uma forma de gerar caixa no curto prazo. Criar uma venture builder exige montar uma estrutura operacional para desenvolvimento de produtos e estratégias de marketing. A forma de capitalizar a empresa, inicialmente, foi por meio de investimentos pessoais dos sócios e também com serviços externos. Atualmente, nossa área de serviços atua como uma fábrica de software e agência digital.

E é assim que, desde o início de 2016, estamos amadurecendo nosso processo, criando nossos primeiros produtos, trabalhando e aprendendo muito. E o objetivo, como dissemos no início, é compartilhar um pouco desse aprendizado com vocês.

E o que vem por aí?

Primeiro, vamos ser transparentes em um ponto? Não existe receita de bolo, não existe um atalho, e estamos longe de sabermos de tudo, muito longe. Estamos na batalha talvez tanto quanto você, e o propósito aqui é apenas compartilhar o que funcionou (ou não) para nós. Não considere nada como regra e sempre busque adaptar para sua realidade qualquer tipo de aprendizado extraído dos temas que serão abordados.

Segundo, não usaremos uma linguagem motivacional, ok? O famoso discurso dos “empreendedores de palco” passará longe daqui. Dentro da Digital Labs costumamos dizer que todo mundo pode ser empreendedor, mas poucos realmente serão. E por que isto acontece? Porque é necessário ter muita paciência e resiliência, é muito trabalho e risco envolvidos. Poucos estão dispostos a superar tantos desafios por algo tão incerto.

Feito este primeiro alinhamento, vamos aos temas que, nos próximos artigos, pretendemos abordar:

  • Empreendedorismo e startup: Afinal, o que é empreendedorismo? E startup?
  • Ideia: Como eu posso ter uma boa ideia? Preciso me preocupar em proteger ela?
  • Pesquisa: Como eu posso pesquisar mais sobre minha ideia? Quais informações são importantes?
  • Validação: É possível validar minha ideia antes de construir meu produto? Como eu posso fazer isto?
  • Modelagem de negócio: Como eu modelo meu negócio? O que é importante definir e quais ferramentas posso utilizar como apoio?
  • Time: Como posso montar o time inicial? Terceirização? Sociedade? Contratação?
  • Jurídico: O que eu preciso me preocupar no começo do meu negócio? Como posso formalizar minha empresa?
  • Design: Quais os processos de criação da marca, preocupação com a UI e UX, dicas de ferramentas.
  • Tecnologia: Escolha da plataforma, escolha de tecnologias, dicas de ferramentas.
  • Marketing: Quais melhores canais de marketing? Quais métricas são importantes de acompanhar?
  • Vendas: Qual o melhor modelo de vendas para o meu negócio? Quais métricas são importantes checar?
  • Investimento: Chegou a hora de acelerar. Como posso buscar investimento? Quais meios existentes?

E outros temas relevantes que poderão surgir pelo caminho…

Já se interessou? Nos acompanhe também no Facebook e Medium. Se quiser falar conosco, nos chame também por e-mail [email protected].

Por enquanto é isso, nos encontramos novamente em breve!

About digitallabs

Somos um estúdio de startups focado no mercado digital, criado para transformar ideias inovadoras em realidade, através do desenvolvimento de soluções web e/ou mobile que buscam inovar em seus modelos de negócios.